Feirão CAIXA da Casa Própria 2017

Começou o Feirão CAIXA da Casa Própria 2017, Caixa Econômica Federal

O Feirão CAIXA da Casa Própria 2017 começou ontem (26) e vai até domingo (28), com mais de 202 mil imóveis novos e usados, que estarão em oferta em 11 cidades brasileiras – São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas, Belém, Florianópolis, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, Salvador, Goiânia e Uberlândia. Além dessas cidades, a 13º edição do feirão ocorrerá em Brasília, Fortaleza e Curitiba, de 23 a 25 de junho.

Neste ano, o Feirão CAIXA da Casa Própria contará com 548 construtoras, 261 correspondentes imobiliários e 185 imobiliárias que ocuparão os estandes do evento durante o fim de semana. O número de imóveis ofertados supera a marca de 228 mil. Para fazer um bom negócio e fugir de falsas ofertas, a orientação é de  que o comprador pesquise os preços que as construtoras praticavam antes do feirão.

Os juros podem variar de acordo com os valores a serem pagos, a renda e o município do cliente, além dos compradores que têm relacionamento com o banco, de imóveis oriundos de empreendimentos financiados pela Caixa e de clientes do setor público.

Além da atenção com os juros, é importante que o comprador visite vários estandes para comparar as condições, o tipo de produto e analisar o custo-benefício sem comprometer o orçamento. A prestação não pode comprometer mais de 30% da renda familiar.

De acordo com a advogada especialista em direito imobiliário, Roberta Costa, é sempre bom verificar os custos envolvidos após a compra, como o valor estimado do condomínio, mesmo que o prédio ainda esteja em obra. Ela também sugere que o comprador junte toda a documentação referente à negociação do imóvel, que deverá compor um dossiê sobre o processo de compra e venda.

“Tudo isso deve ser muito bem analisado para se fazer uma boa compra pois, na ausência dessas informações, o consumidor pode acabar adquirindo um problema”, alertou a especialista.

Os documentos para pedir o crédito da casa própria, no feirão, incluem a carteira de identidade, o CPF e os comprovantes de renda e residência atualizados. Para mais informações, o interessado deve entrar em contato com a Caixa Econômica Federal pelo telefone 0800 726 0101, o Serviço de Atendimento ao Cliente ou pelo site www.caixa.gov.br.

Feirão CAIXA da Casa Própria 2017 financia imóveis a partir de R$ 150 mil em São Paulo

Neste ano serão ofertados 228 mil imóveis em todo país, sendo 80 mil apenas na capital paulista, por preços que variam entre R$ 150 mil e R$ 3 milhões. O Feirão CAIXA da Casa Própria, em sua 13ª edição, ocorre no Parque de Exposições do Anhembi, com entrada gratuita.

Durante a cerimônia de abertura, o presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, disse que a disponibilidade do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para o financiamento imobiliário é sólida, mesmo com as retiradas de contas inativas autorizadas pelo governo.

“O saldo do FGTS é sólido, tem uma disponibilidade muito grande. Já estava nos cálculos de todo o governo, da Caixa, que o saque das contas inativas – que hoje ultrapassa R$ 26 bilhões e acreditamos que possa chegar a R$ 40 bilhões – não vai atrapalhar a disponibilidade dos recursos do FGTS. Só para o fundo de garantia, este ano, para financiamento imobiliário, o FGTS destinou R$ 60 bilhões”, afirmou.

A crise econômica atual não deve atrapalhar os resultados esperados para o Feirão, na opinião de Occhi. “Em toda crise, temos demanda habitacional. O déficit [no Brasil] é de 6 milhões de moradias e estamos oferecendo 220 mil unidades aqui”, disse. Para nós, crise é sinal de oportunidade”, acrescentou.

Logo no início do Feirão, Luciene Belo, de 45 anos, administradora de empresas, já buscava seu novo apartamento. “Eu tenho procurado bastante na região onde eu moro, em Osasco. Já olhei vários apartamentos. Eu moro em casa, mas quero ir para um apartamento, porque é mais seguro. Meu sonho era comprar à vista, se eu conseguisse vender a minha casa de imediato. Mas acho que vai ter que ser financiamento”, disse Luciene.

Pedro Cavalcante, de 51 anos, comerciante, está em busca de uma casa na região de Itaquera, zona leste de São Paulo. “Sempre quis ter minha casa própria, porque é muito ruim gastar tanto dinheiro com aluguel todo mês. Quem sabe consigo isso hoje”, disse, ao informar que pretende um financiamento utilizando o saldo do FGTS.

O governador Geraldo Alckmin, que compareceu ao evento, anunciou a segunda edição do Feirão Morar Bem, Viver Melhor, que oferece R$ 37 milhões para a aquisição de imóveis. Podem participar servidores estaduais e beneficiários do auxílio-moradia da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU). Os imóveis compõem as faixas 1 e 2 do Programa Minha Casa, Minha Vida.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

© 2017 Simulador Financiamento Todos os direitos reservados.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?