Financiamento Imóvel

Portabilidade em Financiamento de Imóveis

Saiba como é possível fazer a portabilidade em financiamento de imóveis

Saiba como é possível fazer a portabilidade em financiamento de imóveis

Desde o início do ano de 2019 está havendo uma verdadeira corrida para troca de financiamentos de imóveis ou de banco, com números que chegam a ultrapassar 102% em relação ao ano de 2018. Saiba como é possível fazer a portabilidade em financiamento de imóveis.

Neste ano de 2019, com a queda da taxa Selic, que é a taxa básica de juros, em conjunto com a redução dos juros cobrados pelos bancos nos financiamentos imobiliário, muitos clientes estão entrando em negociação com as instituições para trocarem de bancos, com a vantagem de juros menores ou outros benefícios mais atrativos.

 Quais vantagens na gora de transferir um financiamento de banco?

Alguns clientes estão conseguindo ótimas condições de melhorias nos seus contratos, como:

  • Conseguir reduzir o valor das parcelas;
  • Melhorar as condições do empréstimo;
  • Economizar dinheiro.

Crescimento considerável em 2019

Segundo dados divulgados pelo Banco Central, houve um aumento de 102% nos pedidos de portabilidade, chegando a 1.605 efetivações de financiamentos imobiliários, totalizando R$ 608,2 milhões em valores.

Abaixo, seguem as taxas realizadas por bancos, de acordo com levantamento do G1.

Tabela das taxas mínimas dos maiores bancos

BancoSistema Financeiro Habitacional (SFH)Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI) – carta de créditoPró-cotista FGTSLimite do financiamento
Caixa (modalidades tradicionais)a partir de 7,5% ao ano + TRa partir de 7,5% ao ano + TRentre 8,76% e 9,01% ao ano + TRaté 80% do valor para imóveis novos e 70% do valor para usados
Caixa (linha nova, atualizada pela inflação)a partir de 2,95% + IPCAa partir de 2,95% + IPCAnão operaaté 80% do valor o imóvel
Banco do Brasila partir de 7,4% ao ano + TRa partir de 7,4% ao ano + TR (na carteira habitacional hipotecária)9% ao ano + TR (disponível para imóveis novos e usados)até 80% do valor do imóvel novo ou usado
Itaú Unibancoa partir de 7,45% ao ano + TRa partir de 7,45% ao ano + TRnão operaaté 82% do valor do imóvel (tanto para novos como usados)
Bradescoa partir de 7,30% ao ano + TRa partir de 7,30% ao ano + TR (na carteira habitacional hipotecária)não operaaté 80% do valor do imóvel novo ou usado
Santandera partir de 7,99% ao ano + TRa partir de 7,99% ao ano + TRa partir de 7,59% +TR (apenas para imóveis novos)Até 80% do valor do imóvel (tanto para novos como usados)

Fonte: Levantamento G1 junto aos bancos

A portabilidade é garantida pelo Banco Central, e nas negociações, o bancos costumam fazer uma contraproposta para tentar manter o cliente nas suas operações. Para dar início ao processo de transferência, o cliente deve solicitar ao seu banco informações sobre o saldo devedor e condições contratuais do contrato, para então levar ao banco para onde pretende fazer a mudança. Caso o banco atual não faça uma contraproposta em no máximo 5 dias, e o outro banco aceite as condições, o primeiro será obrigado a aceitar a portabilidade do financiamento.

Sobre o autor

Simulador Financiamento Online - Aqui você tem a garantia de sempre saber qual a menor taxa de financiamento possível para compra de imóveis e veículos
    Posts relacionados
    Notícias Simulador

    Prefeitura de São Paulo aprova anistia de 750 imóveis

    Guia do Comprador

    Precauções na Compra de Imóvel

    Simuladores Imóveis

    Simulador de Financiamentos de Imóveis da CAIXA

    Simuladores Imóveis

    Simulador de Financiamentos de Imóveis do Banco Itaú

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *